sexta-feira, 3 de agosto de 2012

A Melhor Secretária do Mundo - Parte 3 (Final)

O despertador me acordou pontualmente às seis, mas eu estava muito cansado para desligá-lo ou assim pensava eu. Eu estava fechando a calça quando senti Marie me puxando para ela.

"Sonhei que era enorme. Que meu corpo se espalhava por todos os lados desta cama." ela sussurrou. Minha ereção era quase insuportável. "Não se preocupe, não vou fazer você esperar até que eu fique gorda assim. Só  o que eu quero é ser pelo menos tão gorda quanto seria se eu não tivesse "entrado naquela dieta estúpida." ela me assegurou.  Enquanto eu imaginava  como ela estaria gorda, Marie disse: "Eu estou morrendo de fome."
Fui até a cozinha para ela e peguei um bolo de café com cobertura ao extremo e voltei. Marie voltou do banheiro. Deus, ela parecia incrível. Sua barriga estava enorme e seus seios pareciam literalmente descansar sobre ela. Ela tomou o bolo da minha mão e deu uma mordida grande. Entre uma mordida e outra ela disse, "Deite-se". Eu deitei e com muito esforço ela subiu em cima e cavalgou-me como a um relâmpago até chegar a um orgasmo que  coincidiu com o último pedaço de seu bolo.  Ela caiu ao meu lado para descansar.

Mais uma vez meus pensamentos se voltaram para quão gorda ela teria sido. 100? 150? Eu iria ficar louco antes que ela chegasse a tanto? Entrei no banheiro para showerand notou uma nova entrada em sua tabela de peso semanal. A data de hoje lia-se 20 quilos a mais. Vinte quilos em um dia! A este ritmo, eu iria gozar em breve. Eu tomei um banhoe fiz o melhor que pude para fazer a barba com uma navalha feminina, não recomendo para aqueles com uma aversão à visão de sangue.

Marie ainda estava desmaiada quando eu saiu do banheiro com a minha cara ponteada com pequenos pedaços de papel higiênico. Eu queria e precisava de alguma roupa limpa, porém eu não queria sair mais, além disso havia o problema do que fazer com o escritório. Enquanto ela dormia, eu me arrumei e me vesti. Eu me sentei do lado dela na cama e beijei seus lábios . Ela abriu os olhos e sorriu.

"Eu preciso de algumas roupas limas para ir trabalhar.", disse.

"Não se preocupe com o escritório, Joyce está lá me substituindo ", disse ela. Quem diabos é Joyce?

"Eu a conheci no spa, há algumas semanas e ontem à noite quando você me deixou para ir às compras, eu liguei para ela e pedi-lhe para me substituir para que você não precisa-se se preocupar com o escritório. Então, por que você não me traz  um lanchinho para roer enquanto você estiver fora comprando algumas roupas limpas? "  ela acrescentou.

Fez sentido para mim, então eu trouxe uma torta de creme de chocolate, beijei-a como despedida antes de voltar para casa.  O caminho para casa foi longo e massante. Minha mente estava turva com as lembranças das últimas 24 horas. Eu tinha um negócio para administrar e uma vida para viver, mas eu não me importava com nada além de voltar a Marie tão rápido quanto possível  e entupi-la  de comida. Tudo que eu conseguia pensar era gastar cada segundo de cada dia enchendo Marie e vê-la se transformar em uma bola gigante de gordura pura. 

Enquanto fazia a mala, liguei para meu escritório. Joyce estava lá  atendendo o telefone. A única mensagem era do meu corretor da bolsa. Eu não queria retornar a sua ligação. Era sempre uma má notícia, mas eu lhe liguei. Ele estava tão animado que mal podia falar. O estoque de mina de ouro inútil que herdei de algum tio idiota estava se movendo e atravessando o telhado. Ele já estava falido quando veio  a notícia de que eles tinham feito uma grande descoberta. Eu tive que que me sentar.

De repente, eu estava bilionário. Estupefato eu disse: "Venda 100.000 em ações a cada quinze minutos até que tenha vendido tudo.Eu vou ligar para você as quatro horas para saber como você está indo." Então, eu caí de joelhos e agradeci a Deus.Lágrimas escorriam pelo meu rosto. Eu recuperei minha compostura, peguei minha bolsa e peguei o carro. No caminho de volta para Marie, eu parei no Godivashop e comprei uma caixa de peso especial com 30 de chocolates sortidos.  Antes de deixar a loja, liguei para um colega que tinha tentado comprar-me o escritório anos atrás.

Eu disse que ele poderia comprar por três mil por mês pelo resto da vida com dez por cento apenas de reajuste anual . Ele disse: "Você tem certeza? Irei pedir para meu advogado elaborar os papéis." Enquanto eu dirigia, eu calculava. Depois de pagar o Tio Sam, ainda restaria de US $ 150.000 por gastar por ano. Eu seria capaz de colocar mais de US $ 400 por dia na barriga de Marie. Deus, eu estava excitado. Foi uma curta viagem de volta para Marie e como eu esperava, eu a encontrei dormindo.

Eu beijei seu rosto enquanto eu segurava um chocolate nos lábios. Ela abriu a boca e disse: "Mmmm". "Quanto mais gorda você planeja ficar ?" Eu perguntei. Ela pensou por um momento e disse: "Eu não sei com certeza, mas eu sei que eu nunca vou parar de tentar não importa o quão gorda eu fique, desde que eu tenha você para me manter no ritmo." Eu dei a ela outro chocolate e ela começou a desabotoar minha camisa.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

segunda-feira, 23 de julho de 2012

A Melhor Secretária do Mundo - Parte 2


Seu banheiro não estava tão ruim assim, mas ainda era bastante complicado. Nas paredes acima de uma balança havia um registro de seu peso. Tudo começou em seu primeiro dia de trabalho (90,5 Kg) e continuou semanalmente até esta manhã. Na segunda-feira antes de eu ir pescar, ela pesava apenas 83, 8 Kg, mas esta manhã foi um ela atingiu 100 kg. Eu tinha cinco sacos de lixo que eu tinha que jogar fora. Meu próximo trabalho foi fazer um inventário da geladeira e armários. Eu verifiquei Marie, ela ainda estava desmaiada, então decidi que precisava ir às compras.

Passei a noite toda da mercearia para padaria, da padaria para lanchonete, pois não estavam longe. Dois carros e trezentos dólares mais tarde, eu estava a caminho de volta para casa de Marie. Ela estava esperando por mim na cozinha. Ela começou a lanchar imediatamente quando eu trouxe as guloseimas. Era óbvio que eu tinha exagerado. Assim que ela estava bem recheada, mais uma vez, então eu guardei os mantimentos, ela voltou para o sofá. Começamos a a nos beijar e afagar. Deus, eu queria que tanto ela e certamente parecia que ela me queria também.

Com as minhas mãos, os lábios e a língua explorei seu corpo. Ela sussurrou em em meu ouvido: "Vamos para o quarto?". Ajudei-ficar de pé e levei-a para sua cama. Ela caiu de costas sobre a cama me puxando para cima dela. Eu tomei muito cuidado para não descansar meu corpo sobre ela, porque eu tinha certeza que sua barriga devia estar  muito cheia para suportar qualquer tipo de pressão e eu estava certo. No entanto, ela disse: "Eu estou com fome." Corri  até a cozinha, peguei uma caixa de bombas de chocolate e voltei para Marie.

"Alimente-me!" ela ordenou. Eu abri a caixa e retirei uma bomba. Ela fechou os olhos e abriu a sua boca o máximo que podia para a primeira mordida. Com a boca cheia de doce, ela disse: "Agora, me foda." Sem hesitar, eu tirei a roupa e subi na cama. Sua buceta se mostrou muito úmida e meu pau entrou com facilidade. Transar não era o suficiente para ela.

"Alimente-me!" ela pediu e abriu a boca para mais uma bomba. Depois de cada mordida, ela exclamava: "Foda-me!". Mordida após mordida, o impulso após impulso, ela se aproximava e o orgasmo também. Finalmente, ela começou a gozar. Ela abriu a boca e enquanto ela comia mais ela queria, ela estendeu a mão, tomou meu pulso e, juntos, empurrou tanto quanto poderia caber em sua boca.

Seu corpo tremia e rebolava. Os espasmos do orgasmo dela foram crescendo até que de repente  ela ficou mole. Eu pensei que ela estava dormindo e pensei em deixá-la. Ela agarrou minha bunda e disse: "Onde você pensa que está indo?" E me segurou até adormecer. Enquanto eu estava deitado ao lado dela, eu fiquei maravilhado com o tamanho de sua barriga. Eu pensei que mesmo o pouco que mais uma gota de bomba de chocolate causaria a explosão de sua barriga. Foi um pouco depois do meio-noite e eu estava exausto. Eu precisava dormir, mas eu também precisava fazer algo SOBRE ESTA fúria de tesão.

No entanto, com Marie agarrada a mim não havia nada a fazer, então o sono acabou vencendo. Eu rolei sobre o meu lado e apertei minha bunda contra sua barriga e adormeci imaginando Marie devorando enormes quantidades de comida e sua gordura crescendo a cada segundo. Algo em torno de dois, senti um braço inchado puxando minha cabeça mais perto de Marie e ela me ofereceu um dos seus seios gordos para eu mamar. Quando comecei a chupar, ela começou a acariciar minhas bolas e meu pau. Ela começou a gemer e começou a falar: "Eu preciso de um pau grande dentro de mim, mas estou com tanta fome." Meu pau pulou e eu saiu correndo da cama para buscá-la um lanche. Peguei uma caixa de donuts de chocolate e corri de volta para Marie.

Marie estava massageando os lados de sua barriga e disse: "Alimente-me!" Obedeci e empurrou um donut em sua boca enquanto ela abria as pernas o máximo que podia. Entrei nela e começou a fazer longas e lentas mordidas. Até que ela disse, "Diga-me que você estápreparado para me engordar e me fazer muito grande, faz-me mais gorda do que ninguém. Diga-me que você vai fazer de tudo para me manter cheia constantemente, que a minha barriga vai crescer surpreendente, será tão grande que vai precisar de toneladas de alimentos apenas para preenchê-la."

Fiquei espantado com a minha coordenação. Não só eu tenho que conseguir alimentá-la,mas fodê-la bem, manter fora de sua barriga e falar, tudo ao mesmo tempo. Se ela me pediu para equilibrar uma bigorna na minha cabeça, bem, eu provavelmente faria isso. Ela devia se conhecer muito bem, porque esta combinação de rosquinhas, fodendo e falando lhe deu um orgasmo tão incrível que me assustou. Pode ser um orgasmo tão intenso como para provocar a morte? Se não  a morte, poderia causar danos neurológicos permanentes?

Pelo menos, ele não a matou porque quando seu corpo se acalmou, ela falou: "Oh baby, apague o fogo que está dentro de mim. Esta senhora gorda tenha cantado". Eu rolou ao lado dela e ela pegou minha hard rock pau.

Pelo menos, ele não a matou porque quando seu corpo se acalmou, ela falou: "Oh baby, desligue o fogo, eu sou feito. Esta senhora gorda precisa disso". Eu rolei ao lado dela e ela pegou meu pau duro.

"Ah, coitadinho! Eu aposto que você está morrendo de vontade de gozar." Ela disse. Sim, eu estava morrendo de vontade!

"Seja paciente. Sua vez está chegando, mas eu preciso ser um pouco mais gorda, só um pouco." ela disse e adormeceu. Mais uma vez eu rolei para o lado e pressionei minha bunda contra uma coxa muito gorda e, eventualmente, caiu cai no sono e sonhei com a ideia de coxas muito grandes.

Continua na próxima semana...

Autor da versão original: MJM
Fonte: http://www.dimensionsmagazine.com/

segunda-feira, 16 de julho de 2012

sábado, 14 de julho de 2012

Cherries Devorando Cupcakes

Mais um vídeo da gostosa e sexy Cherries do Bigcuties:


A Melhor Secretária do Mundo - Parte 1

Não me lembro quantas candidatas entrevistei antes  de Marie I'mglad ​​se apresentar. Não era apenas a mais qualificada, mas  também era muito atraente e tinha o corpo no  tamanho certo para chamar a minha atenção e para encher-me os meus sonhos com fantasias dela inchando como um balão. No entanto, como eu era azarado demais, ela iniciou um programa de dieta e exercício, logo após ser contratada  e em pouco tempo o corpo que tanto me impressionou da primeira vez que a vi começou a desaparecer. Eu estava muito decepcionado, mas ela era muito eficiente e eu estava  ocupado demais para sequer considerar a contratação de outra pessoa.

Como a minha atração por ela começou a desaparecer, comecei a notar que ela estava comeando a ficar claramente  atraída por mim. O que eu deveria fazer? Ela era uma garota a muito atraente que me queria e qualquer coisa que ela fazia me excitava. Felizmente, era hora de minha viagem de pesca anual de duas semanas, então eu teria tempo para pensar sobre isso até o meu retorno. Durante minha ausência, eu telefonava para ela diariamente e tudo parecia estar normal, exceto por duas coisas. Toda vez que eu ligava, parecia que ela levava bastante tempo para atender ao telefone, além de estar sem fôlego. Eu achava que ela ela estivesse se exercitando no escritório.

Na última sexta-feira da minha viagem, Marie disse algo estranho depois que eu lhe liguei. Ela disse: "Oh, eu estou certa de que você ficará satisfeito por estar de volta." Cheguei no meu horário habitual na  manhã da segunda seguinte e me surpreendi ao descobrir Marie já sentada na sua mesa. Isso foi incrível, porque antes  ela  praticava  jogging de manhã o que sempre a atrasava. Havia ainda outras surpresas. Agora em vez de uma xícara de café preto em sua mesa, havia um litro de leite com chocolate, juntamente com uma grande caixa de donuts, com umas três dúzias dentro.

Com a boca cheia de donuts, ela disse, "Bom dia. Seu e-mail está em sua mesa." Corri para o meu escritório e comecei a repassar a situação. Ainda comendo uma rosquinha, Marie entrou para ver se eu queria um café ou qualquer outra coisa. Aí me deparei com uma outra surpresa. Marie não só ganhou de volta todo o peso que tinha perdido, mas era ainda mais gorda do que quando eu tinha conhecido ela. Enquanto eu estava fora, ela deve ter ganho cerca de trinta quilos. Deus, ela estava começando a ficar bem de novo. No caminho para buscar o meu café, ela pegou outra rosquinha e então a mordeu enquanto preparava a minha xícara de café e então me deu um sorriso muito tímido. Eu observei como ela andava. Ela estava começando a ganhar pouco de gingado. Eu podia sentir meu pau endurecendo. A maior parte da manhã, passei em cima do meu e-mail enquanto Marie comia. Ás 11, Marie veio  anunciar que ela estava pedindo uma pizza e perguntou se eu queria algo. Ela soou como no telefone, quando eu estava fora. O único exercício que ela estava fazendo era exercitando seus músculos da mandíbula, mastigando. Eu disse a ela que eu poderia querer uma fatia. Ela encomendou uma pizza tamanho gigante com massa extra e com o dobro de queijo e calabresa.

No momento em que a pizza chegou, Marie estava pronto. Todos os donuts já tinham partido e ela serviu-se de um copo grande de Pepsi e estava pronto para comer como uma porca. Ela devorou tudo ao longo de uma hora, só parando para para respirar. Embora obviamente entupida e perto de estourar, ela continuou a comer e comer. Eu só quis uma única fatia porque valia por duas, já ela engolia cada migalha que sobrava. Eu poderia dizer que ela foi um pouco longe demais, porque ela tinha dificuldade para respirar. Ela lutava  para conseguir se levantar. Eu tentei ser discreto e percebi que ela só queria Pepsi. Então eu decidir  pegar outra xícara de café e perguntei se ela queria mais Pepsi. Ela só conseguiu concordar.

Cerca de duas e meia, ela fez uma viagem até o almoxarifado. Após o seu regresso, ela trouxe uma caixa de um quilo de chocolates de sua gaveta na mesa e começou a mastigar. O resto da tarde foi passado comigo ainda no e-mail e Marie mordiscando chocolates. Ás  4:30 Marie veio até mim e disse que gostaria de largar um pouco mais cedo, mais ou menos umas cinco horas. Eu dei minha permissão e Marie voltou para seus chocolates. Ás 4:45, ela limpou sua mesa, pegou a caixa de de chocolate pela metade, despediu-se e  foi para a porta.

Da minha janela, eu pude ver seu carro e vi quando ela entrou e saiu. Ela não foi muito longe. Seu carro foi parar no estacionamento de Pancho Mexicanbuffet. Marie saiu e  foi até a porta. O buffet da noite começava às cinco. Ela saiu mais cedo para que pudesse ser a primeira da fila. O dia inteiro eu lutei contra o desejo de tentar compreender, de descobrir, analisar o porque daquilo. Mas na realidade, eu não me importava ccom o motivo. Tudo o que importava era que eu amava a mudança da Marie e torcia para que ele continuasse assim para sempre. De vez em quando eu verificava para ver se o carro de Marie ainda estava estacionado no Pancho.

Ás seis da noite, ela ainda estava lá e foi quando eu descobri a resposta para minha pergunta. A última correspondência na pilha de envelopes do correio continha a edição atual do "ForceFeeders'News". O envelope, embora fechado parecia que alguém ter sido aberto e lido a revista, porque as páginas estavam inclinadas no grampo. Marie  abriu o envelope, leu a revista e então selou o envelope novamente.Eu pela  mesa de Marie e encontrei cópias de todas as edições anteriores.

Era óbvio a partir das manchas de comida e das páginas manchadas quais volumes ela tinha se interessado mais. Seus principais interesses pareciam ser literatura e mulheres que ficaram obcecadas por comer, queriam ficar mais gordas e desejavam ser alimentadas a força. Eu rapidamente guardei tudo, apaguei as luzes, fechei a porta e fui até o Pancho. Eu entrei pela porta sobre sete. Marie estava sentada em uma mesa perto do buffet, de costas para a sala. A partir do número de pratos sujos na frente dela, ela devia estar perto de explodir quando eu cheguei.

"Oi!" Eu disse e  perguntei se eu poderia acompanhá-la. Ela assentiu com a cabeça vagarosamente. Sua respiração estava fraca por causa da calça apertada. A placa na frente dela estava metade vazia e ela estava lutando para colocar mais um garfo cheio na boca. "Aqui, deixe-me ajudá-la!" Eu disse e tirei o garfo da mão dela. Ela sorriu e abriu a boca. Ela só foi capaz de tomar algumas mordidas mais antes de dizer : "Eu estou cheia." Eu sorri e disse: "Certamente há mais espaço, você apenas precisa de alguns bocados menores." Quase catatônica, ela balançou a cabeça e me permitiu alimentá-la com mais duas garfadas.

Eu a ajudei a levantar da mesa. Ela não estava em condições de dirigir. Então eu lhe ofereci uma carona para casa. Ela concordou sem hesitar. Foi um curto caminho até a sua casa. No caminho, não falava, mas eu tomei-lhe a vez. Tudo o que ela podia fazer era folgar a calça e gemer. Ajudei-a a entrar e ainda ofegante, ela disse para me acomodar para que ela trocasse a roupa. Ela vagarosamente entrou para se trocar, olhei em torno de seu minúsculo apartamento. Foi duro dizer quanto tempo fazia que ela não o limpava. O lugar estava uma bagunça. Era como se ela realmente evitasse qualquer operação de limpeza em tudo. Eu peguei um  saco de lixo do armário e comecei a enchê-lo com embalagens de vazios rápidos. Acabei preenchendo três sacos. Não havia pratos sujos com exceção do lixo, limpei o local facilmente. Fiquei imaginando que tipo de bagunça havia no quarto?
Marie voltou vestindo um roupão de banho que escondia a sua gordura.Ela agradeceu pela limpeza e pediu desculpas pela  bagunça. Abri as panelas e encontrei um bolo de queijo meio comido, um pouco de calda de chocolate. Ela se sentou no sofá enquanto eu derramava  a calda sobre a cobertura da torta. Eu fui até  elae disse: "Eu pensei que você quisesse uma sobremesa ." e ofereci-lhe um garfo cheio. Ela sorriu, ainda ofegante e abriu a boca.

Alguma coisa estava acontecendo como eu alimentei a ela que no começo eu não entendia. Após cada mordida, tornou-se evidente. Marie estava se ficando sexualmente excitado com cada mordida. Ela ia ter um orgasmo. Mordida após mordida ficava cada vez mais e mais perto de explodir. Finalmente, seu orgasmo veio e ela ficou mole. Não foi o melhor orgasmo do mundo, mas ela parecia estar muito grata.

Ela descansou e ofegante massajeava ofegante os lados da barriga estufada ao máximo. Um sorriso satisfeito surgiu em seu rosto e ela estendeu a mão para mim. Mal conseguia falar, ela disse, "Eu preciso me deitar." Eu a ajudei a se levantar e andar até o quarto. Também estava um desastre.Eu balancei as cobertas para jogar as embalagens de fast food para o chão e ajudeia a deitar na cama. Ela me agradeceu e dormiu ou mais precisamente desmaiou. Enquanto ela dormia, eu limpava.


Continua na próxima semana...

Autor da versão original: MJM
Fonte: http://www.dimensionsmagazine.com/

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Bigcutie Cherries


A bela Cherries  começou magrinha e a pedido do seu namorado começou a engordar e hoje nós temos a mais bela modelo bbw que eu conheço. É quase inacreditável que ela em tão pouco tempo tenha sido assim:



E depois tenha ficado assim:




A primeira vez que eu a vi foi no video  abaixo e que já nem sei mais o nome do autor, quem souber informe por favor:




Outro vídeo mais recente foi produzido por usuário do youtube especializado em vídeos de weight gain.




Mais da bela Cherries em:
cherries.bigcuties.com
twitter.com/cherriies
formspring.me/cherriesbbw
http://www.myspace.com/beautifulbellie 

 Ps.: Amanhã sai nossa primeiro conto traduzido.